Guia Oeiras

  • História

Oeiras surgiu a partir de expedições que entraram pelo sul do Estado, no século XVII, em busca de terras para o gado. Nasceu da prosperidade da fazenda Cabrobó, criada pelo desbravador Domingos Afonso Mafrense. Sua história está intimamente ligada à história da Igreja Católica na região.

Em 1696, foi elevada a categoria de Freguesia sob a invocação de Nossa Senhora da Vitória. Mais tarde, em 1712, a povoação Mocha foi elevada a categoria de Vila com o mesmo nome, tendo sido instalada somente em 26 de dezembro de 1717. Foi designada para ser a sede do novo Governo, obtendo o título de cidade pela Carta Régia de 19 de junho de 1761, época em que teve o nome mudado para Oeiras, por ato do seu primeiro governador João Pereira Caldas, em homenagem ao Conde de Oeiras Portugal, depois Marquês de Pombal. Sebastião José de Carvalho Melo, que era Ministro de Estado de El. Rei Dom José I.

Em 24 de janeiro de 1823, irrompeu aqui o movimento da efetiva Adesão do Piauí ao Grito do Ipiranga. Em 1852, por injunção do Presidente José Antônio Saraiva, a capital foi transferida para a Nova Vila do Poty, recebendo o nome de Teresina em homenagem a imperatriz Teresa Cristina. Como a Primeira Capital do Piauí, Oeiras concentra uma grande riqueza histórica e religiosa, traduzida em seus casarões e nas manifestações de fé e religiosidade. Por seu acervo arquitetônico colonial, foi declarada Cidade Monumento Nacional através da Lei Federal nº 7745 de 30 de março de 1989. O Centro Histórico de Oeiras é tombado pelo IPHAN – Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, como Patrimônio Cultural do Brasil.

Foto: Cristiane Guedes

  • Religiosidade

O turismo religioso é um importante vetor de atratividade na cidade de Oeiras. Está associado principalmente às cerimônias durante a Semana Santa, dentre as quais se destaca a solenidade ao Bom Jesus dos Passos, a mais rica em simbologia, chegando a reunir mais de 30 mil fieis. Nesse período, milhares de pessoas visitam a cidade, vestindo roxo, pagando promessa e participando das celebrações religiosas.

Outra importante solenidade é a procissão do Fogaréu. A encenação representa a busca de Cristo pelos soldados romanos. A procissão reservada aos homens percorre as ruas do centro histórico iluminando o caminho com rústicas lamparinas a querosene. Cinquenta dias após a Páscoa, Oeiras celebra o Divino Espírito Santo, a cidade se reveste de vermelho e branco, para saudar a corte do Divino.

Foto: Paulo Barros

A manutenção das celebrações ao longo dos anos é graças ao empenho da Paróquia de Nossa Senhora da Vitória – Diocese de Oeiras, da população local e do Poder Público que contribuem efetivamente para a propagação do título de Capital da Fé.

  • Principais Manifestações e Grupos Culturais

– Congos de Oeiras: Uma das manifestações folclóricas mais importantes do Piauí. Foi trazida pelos negros que vieram do Pará no início da colonização, acompanhando o primeiro governador da província, João Pereira Caldas, no século XVIII.

– Bandolins de Oeiras: A tradição dos bandolins de Oeiras é bem antiga. Nos anos 1930 já existia uma orquestra de bandolins. Com um CD gravado o grupo já percorreu o Brasil e países vizinhos como a Argentina. Em 2005, recebeu do presidente Lula e do ministro da cultura Gilberto Gil a medalha da Ordem do Mérito Cultural.

– Banda Santa Cecília: Formada na década de 40, teve por muitos anos a regência do prof. Joaquim Copeiro. Estão sempre presentes nas procissões religiosas, eventos cívicos e retretas no Coreto.

– Novos Bandolins de Oeiras: Grupo criado em 2003 como forma de preservar e continuar o trabalho dos Bandolins de Oeiras. Apresenta-se com frequência no município e regiões vizinhas, já participou várias vezes nos Festivais Culturais de Viçosa do Ceará, possui um CD mostrando a rica cultura dos bandolins de Oeiras.

  • Como Chegar

Via terrestre – A distância da capital Teresina é de 315 km saindo de Teresina pela BR 316 via Valença e Ipiranga, 342 km pela BR 343 via Floriano e 283 km através da Rodovia PI 236 via Regeneração.

Via aérea – Possui pista de pouso asfaltada para pequenos aviões.

Foto: Cristiane Guedes 

O QUE FAZER

  • Pontos Históricos e Turísticos

Catedral de Nossa Senhora da Vitória – Construção do século XVIII

Palácio João Nepomuceno – Museu de Arte Sacra

Casa de Câmara e Cadeia – Paço Municipal

Passeio Leônidas Melo – Espaço cultural Café Oeiras, Cine Teatro e Associação Comercial

Solar das 12 janelas – Casa de Cultura

Galeria do Divino

Casa do primeiro médico do Piauí

Passos da Paixão

Praça das Vitórias – Centro Histórico

Casa do Visconde da Parnaíba

Casa do Cônego João – Pousada do Cônego

Casa do romancista O.G Rêgo de Carvalho

Casa do escritor José Expedito Rêgo

Casa do Coronel Orlando Carvalho

Casa de Fazenda do Canela – Onde morou o poeta Nogueira Tapety

Igreja de Nossa Senhora do Rosário – século XVIII

Sobrado Major Selemérico – Centro Cultural e sede do Instituto Histórico de Oeiras

Ponte Zacarias de Góes – sobre o riacho Mocha

Santuário do Morro da Cruz

Morro do Leme – Estátua de Nossa Senhora da Vitória

Parque de Lazer Paulinho Meneses

Centro de Artesanato Salomé Tapety

Mercado Municipal

  • Principais Eventos

Por ser uma cidade com grande potencial cultural, Oeiras dispõe de vários eventos e festas que atraem muitos turistas e movimenta a cidade, dentre elas estão:

Solenidade do 24 de janeiro (Adesão do Piauí à Independência do Brasil)

Carnaval – fevereiro/março

Semana Santa – março/abril

Festa do Divino Espírito Santo – maio/junho

Feira de Agronegócios e Festa do Vaqueiro – maio

Festas Juninas – junho

Festa da Padroeira Nossa Senhora da Vitória – 6 a 15 de agosto

Semana da Pátria – 1 a 7 de setembro

Festival de Cultura – novembro

Aniversário da cidade – 26 de dezembro

ONDE FICAR

Hotel Pousado do Cônego – (89) 3462-1219

Oeiras Hotel – (89) 3462-4002

Hotel Coqueiro Verde – (89) 3462-1799

Hotel Sereia – (89) 3462-3450

Pousada Santa Teresinha – (89) 3462-2280

Hotel Rosa de Saron – (89) 9 9404-2641

Hotel Beira Rio – (89) 3462-1291

Hotel Sesc Oeiras – (89) 3462-5700

Hotel Sereia – (89) 3462-3450

Foto: Melício Carvalho

ONDE COMER

Cordélia – (89) 9 9405-1920

Comer e Comer – (89) 9 9412-0692

Café Oeiras – (89) 9 9458-3440

Pizzaria Silva Café – (89) 3462-1847

O Ponto – (89) 9 8807-7806

Pousada do Cônego – (89) 3462-1219

Bar da Gracinha – (89) 3462-1459

Maçonaria – (89) 9 9407-0930

Bar Dois Irmãos – (89) 9 9433-3111

Bar do Peixe – (89) 9 9415-5824

Coqueiro Verde – (89) 3462-1799

Lanches e Cia – (89) 3462-3404

Churrascaria Fixus – (89) 3462-1650

Churrascaria e Pizzaria La Fornalha – (89) 3462-4003

Restaurante Bom Gosto – (89) 99433-7433

Taberna do Doca – (89) 9 9404-6414

Bar e Restaurante Popular – (89) 9 9925-4404

Point da Picanha – (89) 9 9405-6098

Panificadora São Francisco – (89) 3462-1091

Panificadora Pão de Ouro – (89) 9 8816-1577

Panificadora Pão e Cia – (89) 3462-2749

Churrascaria Cantinho do Rony – (89) 9 9412-3093

Villa Burguer – (89) 9 9466-4845

Varanda da Vila – (89) 3462-2430

Boteco Acquabox – (89) 3462-4534

Restaurante o Pratão – (89) 9 9414-4144

Pizzaria D’Coqueiro – (89) 3462-4257

 INFORMAÇÕES

Prefeitura Municipal de Oeiras – Secretaria de Cultura e Turismo – Praça das Vitórias, Centro – Oeiras/PI. Telefone: (89) 3462-1760.

Balcão de Informações Turísticas – Centro de artesanato Salomé Tapety (Agendamento para visitas guiadas – Roteiro Histórico, Cultural e Religioso).

Condutores de Visitantes

Associação dos Condutores de Turismo de Oeiras (Acontuo)

Endereço: Solar das 12 Janelas – acontuooeiras@gmail.com

Contato: 89 9 9405 9955/ 89 9 8807 1910/ 86 9 9953 6318

Telefones úteis

Hospital Regional Deolindo Couto – Avenida Rui Barbosa, 586, Centro – Oeiras/PI. Telefone: (89) 3462-1213.

Unidade de Pronto Atendimento – UPA – Avenida Totônio Freitas, Oeiras/PI. Telefone: (89) 3462-3969.

SAMU – Rua André Holanda, 1972, Oeiras/PI. Telefone: 192.

Delegacia da Polícia Civil – Av. Cônego Carvalho, S/N, Oeiras Nova, Oeiras/PI. Telefone: (89) 3462- 1313.

Batalhão da Polícia Militar – Praça João XXIII, 289, Oeiras/PI. Telefone: (89) 3462-1233.

Farmácia Santana 24h – Rua Dagoberto Carvalho, Oeiras/PI. Telefone: (89) 3462-1864.

Terminal Rodoviário – Av. Transamazônica, S/N, Oeiras/PI. Telefone: (89) 3462-2006.