Chuva marca procissão do Bom Jesus dos Passos em Oeiras

O prefeito de Oeiras, Lukano Sá, em companhia do governador Wellington Dias e da vice-governadora Margarete Coelho, acompanhou nesta última sexta-feira (27) a tradicional procissão do Bom Jesus dos Passos, que é realizada na cidade de Oeiras a mais de 150 anos. A Festa dos Passos como também é conhecida é a mais antiga via sacra a céu aberto do estado do Piauí, que sai da Matriz de Nossa senhora do Rosário a percorrer as primeiras vias públicas da cidade, tendo a sua conclusão na Catedral de Nossa Senhora da Vitoria.

Logo no início da procissão uma forte chuva caiu sobre a cidade, o que não impediu que os fiéis e romeiros do Bom Jesus deixassem de percorrer o trajeto secular. A última vez que se registra chuva nesta intensidade na solenidade dos “Passos” foi em 1942, quando o então pároco da cidade Cônego Cardoso, teve que alterar um pouco do percurso devido à quantidade de lama.

Estima-se que este ano a Festa dos Passos tenha atraído aproximadamente 45 mil pessoas, muitas delas vindas de outras cidades, como foi o caso do romeiro Joaquim Gonçalves que a mais de 10 anos vem da cidade de Dom Expedito Lopes, a 60 Km de distância de Oeiras, para pagar promessa. O romeiro vem todos os anos a pé e carregando sobre costas uma cruz em sinal de penitência ao santo devotado para agradecer uma graça alcançada.

O momento ápice da procissão deu-se no Paço Municipal, onde foi proferido o sermão sacro, este ano na responsabilidade do Padre Amadeu Matias Bernardes, da Arquidiocese de Teresina. Na ocasião o Prefeito Lukano Sá recebeu nas dependências do executivo municipal autoridades políticas e religiosas como foi o caso do bispo diocesano D. Juarez de Sousa. Após o discurso sacro, a procissão seguiu para o “Passo da Amargura”, onde tradicionalmente a imagem dá três voltas em torno de si, e de lá percorreu outras ruas até chegar a Catedral, onde foi encerrada a procissão.

Este ano pensando na comodidade dos fieis presentes na festividade religiosa, A administração municipal, através da Secretaria Municipal de Finanças e em parceria com empresas da cidade, disponibilizou quatro torres de som para melhor transmitir o Sermão do Encontro para os presentes na praça, pudesse. Também foi disponibilizado um grande Telão de Led, uma novidade, que segundo os presentes foi de muita valia para que todos fiéis acompanhassem os rituais.

“Tudo isto é uma grade manifestação de fé do nosso povo que vem dos nossos antepassados. A procissão é um dos pontos altos do calendário cultural do município é o momento em que a cidade faz valer o titulo de “Capital da Fé”. Esta procissão atrai fiéis de todas as partes e hoje, o poder público proporciona toda uma infraestrutura no sentido de trazer maior comodidade”, destacou Lukano Sá.

A programação religiosa na cidade prossegue até o próximo dia 5 de abril. A Semana Santa propriamente dita iniciou neste último domingo com a Solenidade de Ramos, momento em que a igreja Católica rememora a entrada de Jesus Cristo em Jerusalém. No transcorrer desta semana outras cerimônias religiosas seculares devem ocorrer, como é o caso da tradicional procissão do Fogaréu, que é acompanhada apenas por homens, e a procissão do Senhor Morto que é realizada na Sexta-Feira Santa, quando é retirada a imagem do Cristo da Cruz e em seguida segue procissão com marcha fúnebre pelas ruas da cidade.

Além da programação religiosa, durante este período, Oeiras também oferece aos visitantes uma vasta programação cultural no Circuito Cultural Semana Santa. A programação que acontece paralela às celebrações religiosas também deve se estender do dia 26 de março a 05 de abril e deve contar com exposições, teatro, música e artesanato.

Você pode gostar...