Prefeitura de Oeiras apoia projeto de dança “Pingo de Arte”

No propósito de fomentar as manifestações artísticas na cidade de Oeiras, a gestão do prefeito Lukano Sá, através da Secretaria Municipal de Cultura, vem apoiando o projeto “Pingo de Arte”, realizado pela Companhia de Dança Mocha Movimento Contemporâneo, que tem a proposta de usar a dança como ferramenta educacional, artística, social e profissional.

Fundada em março de 2013, a Companhia há dois anos consolida-se como um grande projeto social. As bailarinas recebem noções de balé clássico, dança contemporânea e popular. Havendo uma preparação durante todo o ano que culmina na apresentação de um espetáculo. Projetos como estes tem sido apoiados e intensificados durante a gestão do prefeito Lukano Sá no intuito de proporcionar às crianças e aos jovens de Oeiras alternativas de lazer e cultura como medidas preventivas de aproximação do mundo do crime.

Para o responsável pelo projeto, o bailarino e professor de dança Flavio Henrique Araújo, esta manifestação artística tem um retorno muito grande para a cidade, visto que, além de enriquecer o cenário cultural, viabiliza a prática de atividade física, contribuindo para a saúde dos alunos.

“É gratificante ver a dança (balé) florescendo cada vez mais em uma cidade rica em cultura e arte como Oeiras. As bailarinas que participam da Companhia serão cidadãs mais esclarecidas e conscientes de seu papel na sociedade, seja qual for sua atividade futura. A arte humaniza dignifica e não é um privilégio do artista e sim um direito do ser humano. A arte sempre mostra uma saída mesmo que ela não saiba e é preciso simplicidade para fazê-la florescer”, destacou o professor.

A Companhia possui três turmas: Baby Class – 05 a 08 anos, Infanto – 09 a 12 anos e Juvenil – a partir de 13 anos. As aulas são realizadas na Casa de Cultura Solar das 12 Janelas nas quintas-feiras: Baby Class – 16h00 às 17h00 e Infanto – 17h00 às 18h00, e as sextas-feiras: Juvenil – 19h00 às 20h30.

Você pode gostar...