Prefeito conversa com permissionários e anuncia novidades no Mercado Municipal de Oeiras

O prefeito José Raimundo Lopes conversou na manhã desta sexta-feira, 02, com permissionários de diversos segmentos comerciais que atuam no Mercado Municipal Dona Lili. No bate-papo, os permissionários reclamaram das dificuldades nas vendas, fizeram reivindicações, sugestões e levaram ideias para melhorar a movimentação financeira e as condições de trabalho no local.

“Me angustia esta situação que, infelizmente, é reflexo do que, hoje, a economia do país, do nosso Estado e do nosso município passam. Mas estamos promovendo ações que irão colaborar para que a atividade no mercado se torne mais atraente”, diz o prefeito, ao anunciar novidades para dinamizar o fluxo de pessoas e a movimentação financeira no mercado.

De acordo com Zé Raimundo, no dia 24 deste mês, será aberto o processo licitatório para ocupação dos pontos ociosos no Mercado Municipal. O prefeito também anunciou para o local a instalação de um posto do programa Bolsa Família, viabilizado através da Secretaria Municipal de Assistência Social. “É uma forma de colocar mais clientes lá dentro”, pontua Zé Raimundo, acrescentando que também serão disponibilizados: serviço de acesso à internet sem fio (wi-fi) e um bebedouro coletivo no espaço.

“Por questões de segurança, existe uma dificuldade para o sistema financeiro em abrir uma agência bancária dentro do mercado, mas conseguimos instalar um Caixa Aqui, que já está em funcionamento”, argumenta o prefeito ao falar sobre estabelecimento de agências bancárias no Mercado, reivindicação frequente dos permissionários.

Prefeitura avalia redução de taxas

A Prefeitura Municipal avalia a possibilidade de redução do valor das taxas de concessão dos pontos e a ampliação do prazo de carência para que estes pagamentos aconteçam. “Vamos avaliar e, em seguida, daremos uma resposta para que, tanto o poder público quanto os permissionários, saiam satisfeitos”, pondera o prefeito.

Zé Raimundo comenta ainda que, dentro do Mercado Municipal, deve construído um galpão da Ceasa, que vai servir de entreposto para comercialização de produtos em grande quantidade. “O projeto já foi feito. Estamos fazendo um convênio com a Seinfra (Secretaria Estadual de Infraestrutura) para, em seguida, fazermos a licitação para construção deste galpão, que vai servir de apoio a quem comercializa produtos no atacado. Mais uma forma de levar mais ação para dentro do mercado”, adianta o prefeito.

“Estamos sempre abertos a ouvir, discutir e encontrar formas de promover o melhor funcionamento do mercado. Estamos sempre abertos a um bom diálogo”, finaliza Zé Raimundo.

Você pode gostar...